15 de março de 2017
  • 8:00 - 8:45CREDENCIAMENTO
  • 8:45 - 9:00APRESENTAÇÃO E BOAS-VINDAS
  • 9:00 - 9:50O papel do conselho de administração como guardião da integridade corporativaA atuação do CA muito além da abordagem de compliance e da definição de normas e regras

    • O papel do CA questionado a cada crise de governança
    • Discussão sobre o foco essencialmente em compliance, regras, normas e controles.
    • Integridade e a abordagem comportamental
    • Os desafios do papel de guardião do conselho enquanto órgão colegiado e as dificuldades na relação com os executivos.
    • Uma visão ampliada com raiz na identidade e caráter da empresa: integridade como ativo estratégico que permeia todas as decisões empresariais.
    Sandra GuerraSandra Guerra
    Conselheira de Administração da COPEL e da VIX LOGÍSTICA, Sócia da BETTER Governance e cofundadora do IBGC
  • 9:50 - 10:20Coffee break
  • 10:20 - 11:40O VALOR DE INTEGRIDADE PARA O NEGÓCIO – A VISÃO DA ALTA ADMINISTRAÇÃOCEOs e Advisors debatem o papel do Business Leader no estabelecimento de valores, práticas e políticas de governança que norteiem o enfrentamento dos paradoxos do mundo corporativo visando a perenidade da companhia e a criação de valor no longo prazo.

    - Melhores práticas globais de governança corporativa;
    - Objetivos extraordinários de negócios X ética organizacional: como entregar alta performance fazendo do jeito certo;
    - Conduta Compliance e gerenciamento de risco em dilemas comerciais e conflitos de interesses entre a companhia e as contrapartes;
    - Apetite de risco: capacidade da alta administração em compatibilizar riscos com os valores da companhia para alcance de objetivos estratégicos.
    Walter ReginaWalter Regina
    Board Advisor
    TRANSBORDER INTEGRITY INITIATIVE
    Henrique FreireHenrique Freire
    Diretor Vice-Presidente Financeiro
    EDP DO BRASIL
    Fernando PalmaFernando Palma
    Sócio-Diretor
    COMPLIANCE TOTAL
  • 11:40 - 12:30ALINHAMENTO ENTRE DISCURSO E PRÁTICA NA APLICAÇÃO DA GOVERNANÇAEvidências sobre a assertividade da contribuição dos órgãos de governança corporativa para mitigação de passivos da atividade empresarial à sociedade, ao meio ambiente e à geração de valor aos acionistas.

    - Conselho Fiscal (CF) e Comitê de Auditoria (Coaud) como parte efetiva da estrutura de Governança Corporativa: contribuições ao business e relação com a Administração;
    - O alinhamento entre a atuação do CF e do Coaud e os resultados da companhia em relação às suas práticas de Governança Corporativa: a teoria e o mundo real;
    - Simplificando os estágios de análise da Governança Corporativa: o que as Demonstrações Financeiras e fatos noticiados nos contam sobre a empresa?
    Vanessa LopesVanessa Lopes
    Presidente do Conselho Fiscal, Coordenadora do Comitê de Auditoria e Membro do Conselho Fiscal
    VIA VAREJO, TEGMA GESTÃO LOGISTICA, GERDAU E TERRA SANTA AGRO S.A
  • 12:30 - 13:10NASDAQ: THIRD PARTY RISK MANAGEMENT COMO GERAÇÃO DE VALOR NO PROGRAMA DE INTEGRIDADE CORPORATIVAA Gestão de Riscos de Terceiros como importante componente do Programa de Integridade Corporativa suportado pela Nasdaq BWise.

    • Processo integrado e com base em Riscos;
    • Controles apropriados sobre os termos contratados;
    • Gerenciamento das relações e incentivos dos terceiros frente as necessidades de Gestão do Risco de Compliance;
    • Monitoramento, ações tomadas e sanções em casos de não Compliance;
    Claudinei EliasClaudinei Elias
    Managing Director - Latam
    Nasdaq BWise
    Wagner Roberto PuglieseWagner Roberto Pugliese
    Practice Leader, GRC Solutions - LatAm
    Nasdaq BWise
  • 13:10 - 14:10Almoço
  • 14:10 - 15:00ODEBRECHT: A JORNADA DA CONFORMIDADE E DA GOVERNANÇA CORPORATIVA NO PROCESSO DE TRANSFORMAÇÃOConheça os esforços da Organização Odebrecht para garantir crescimento e resultados sustentáveis, com ética, integridade e transparência, em um cenário de reputação, confiança e credibilidade abaladas.

    - Lições aprendidas: da negação ao reconhecimento dos erros e implantação de mudanças;
    - Pressões externas: o papel dos órgãos reguladores, da mídia, da sociedade e do mercado financeiro no processo de transformação;
    - Do compromisso à prática: modelo de governança corporativa, aperfeiçoamento do sistema de conformidade, compromissos públicos e engajamento em ações coletivas.
    Olga PontesOlga Pontes
    Chief Compliance Officer
    holding ODEBRECHT S.A
  • 15:00 - 16:10COMO RESGATAR A ÉTICA NAS RELAÇÕES ENTRE EMPRESAS E GOVERNO SEM COLAPSAR O DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL BRASILEIROAs repercussões penais de investigações recentes envolvendo empreiteiras, estatais e órgãos públicos revigoram o papel moralizador da fiscalização, da transparência e do combate à corrupção nas relações entre o público e o privado no Brasil. Mas como sedimentar a ética nas transações comerciais com administrações públicas sem comprometer o patrimônio e o desempenho representado por grandes organizações empresariais para o desenvolvimento do País?

    - Responsabilidade criminal e dissolução compulsória da pessoa jurídica: como e por que garantir a preservação da autoridade administrativa, seu patrimônio técnico-intelectual e sua função social e econômica?
    - Incentivos para a consolidação de parâmetros de integridade nas interações entre empresas e Estado, em suas esferas federais, estaduais e municipais;
    - O valor financeiro da integridade empresarial no desenvolvimento de setores críticos.
    - Doação e financiamento de campanha, regulamentação do lobby, cartelização e governança nas Estatais: controvérsias da transparência na relação entre empresas e governo.
    Valdir SimãoValdir Simão
    Ministro-chefe da Controladoria-Geral da União (2015) e Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão (2015 a 2016)
    Marcelo ZenknerMarcelo Zenkner
    Promotor De Justiça
    Ministério Público do Estado do Espírito Santo
    Evandro GuimarãesEvandro Guimarães
    Ex-Presidente Executivo e Ex-Vice Presidente de Relações Institucionais
    INSTITUTO BRASILEIRO DE ÉTICA CONCORRENCIAL (ETCO) e ORGANIZAÇÕES GLOBO
  • 16:10 - 16:40Coffee break
  • 16:40 - 17:30BRASKEM: MELHORIA CONTÍNUA EM GOVERNANÇA CORPORATIVAO histórico e a evolução do ambiente de Governança Corporativa e Compliance da maior produtora de resinas termoplásticas das Américas:

    - Medidas adotadas para aprimorar o Programa de Conformidade;
    - Foco na prevenção, detecção e remediação de riscos não condizentes com atuação ética, íntegra e transparente;
    - Governança e Independência: criação de Comitê de Conformidade; desvinculação do departamento Jurídico, supervisão do Canal Linha de Ética e das políticas empresariais ligadas a temas de conformidade, entre outras iniciativas.
    Everson Zaczuk BassinelloEverson Zaczuk Bassinello
    Chief Compliance Officer - Corporate Director
    BRASKEM
  • 17:30 - 18:20PROGRAMA DE INTEGRIDADE CONSTRUCAP: ESTUDO DE CASOConheça o posicionamento estratégico do Compliance Officer como responsável pela recém- criada Diretoria de Relações Institucionais.

    - Face the facts: consolidação dos mecanismos de GRC e de combate à corrupção;
    - Due diligence de integridade: foco em fornecedores de risco e consorciados;
    - Compliance pró-business: reforço da marca junto aos públicos de interesse, em especial clientes e parceiros de negócio como apoio ao esforço de vendas.
    Leonardo MachadoLeonardo Machado
    CCO & Diretor de Relações Institucionais
    CONSTRUCAP
  • 18:20 - 18:20ENCERRAMENTO DO PRIMEIRO DIA
16 de março de 2017
  • 9:00 - 9:50DANONE: ADAPTAÇÃO DO PROGRAMA GLOBAL DE INTEGRIDADE À REALIDADE LOCALOs aprendizados de uma das maiores empresas de alimentos do mundo para implementar e consolidar um programa de integridade no Brasil.

    - Desafios de adaptar o programa global da companhia para a realidade local;
    - A complexidade de implementar um programa de Compliance em uma empresa com quatro negócios distintos (Lácteos, Águas, Nutrição infantil e Nutrição especializada);
    - Os impactos do momento sensível do País na gestão da integridade empresarial em uma empresa multinacional.
    Wilson MelloWilson Mello
    General Secretary
    DANONE
  • 9:50 - 10:20Coffee break
  • 10:20 - 11:10ABBOTT: RISCOS DE COMPLIANCE E NEGÓCIOS RESPONSÁVEISOs desafios e o papel central do gerenciamento de riscos corporativos para a efetividade de transações comerciais íntegras e relacionamento com stakeholders: a visão estratégica da empresa líder em equipamentos e serviços de cuidados para a saúde.

    - Desafios e melhores práticas para a gestão de riscos de Compliance com terceiros intermediários (due diligence, monitoramento e auditoria);
    - O papel da Governança Corporativa e das políticas organizacionais e comerciais na gestão de riscos de distribuidores;
    - Riscos setoriais e impactos reputacionais no setor de Healthcare (medical devices, indústria farmacêutica e produtos de consumo).
    Adriana FussumaAdriana Fussuma
    Diretora de Compliance e membro da Comissão de Ética Abimed
    ABBOTT e ABIMED
  • 11:10 - 12:20COMBATE À CORRUPÇÃO NO SETOR DE HEALTHCARERecentes escândalos das órteses e próteses no País instigam uma mudança de paradigma ético no setor de saúde. Quais os desafios para unir os stakeholders do mercado, aumentar a transparência nos negócios e garantir uma gestão sustentável da cadeia de valor?

    - A função dos acordos setoriais na autorregulação do setor de Healthcare, e o modelo de acordo setorial do Ética Saúde;
    - Proteção jurídica do mercado de tecnologia médica e o papel da indústria na promoção de práticas éticas em toda a cadeia da Saúde, envolvendo importadores, distribuidores e fabricantes de dispositivos médicos;
    - Introdução de mecanismos de integridade no processo de compras públicas;
    - Controles regulatórios e responsabilidade ética: a fiscalização e o estímulo à livre concorrência em ambiente regulado.
    Juan Carlos GaonaJuan Carlos Gaona
    Presidente
    ABBOTT BRASIL
    Claudia ScarpimClaudia Scarpim
    Diretora Executiva
    ABIMED ( Associação Brasileira da Indústria de Alta Tecnologia de Produtos para Saúde)
    Dr. Antonio FonsecaDr. Antonio Fonseca
    Sub-Procurador Geral da República e membro do Comitê de Ética
    ÉTICA SAÚDE
  • 12:20 - 14:00Almoço
  • 14:00 - 14:40SANOFI: MELHORES PRÁTICAS EM CONFORMIDADE NO RELACIONAMENTO COM STAKEHOLDERSAs estratégias adotadas pelo 3º maior grupo farmacêutico mundial e que integra o Índice Dow Jones de Sustentabilidade pelo 10º ano consecutivo para promover a conformidade no relacionamento com colaboradores, clientes, fornecedores e outros públicos de interesse.

    - Como implementar um processo efetivo e sistemático de avaliação de conflito de interesses (funcionários expostos e candidatos antes da contratação);
    - Como implementar um processo efetivo de due diligence de terceiros baseado em riscos;
    - Como implementar um Comitê de Compliance: quem deve participar, qual o formato e quais os tópicos devem ser discutidos;
    - Como mensurar a evolução do programa de Compliance e a cultura na organização?
    - Como mensurar riscos nas interações com funcionários públicos e definir regras claras para essa relação.
    Lilian LustreLilian Lustre
    Chief Compliance Officer
    SANOFI
  • 14:40 - 15:30O PAPEL DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO NA CRIAÇÃO DE VALOR COMERCIAL POR MEIO DE TECNOLOGIAS DE PONTATichaona Zororo, renomado perito do COBIT 5, com atuação em setores privados e públicos na África, Europa e Ásia, apresenta como grandes corporações internacionais têm utilizado tecnologias disruptivas para criar e preservar o valor das partes interessadas.

    - Business driven approach: como implementar uma Governança Corporativa para T&I e o papel dos executivos sêniores e do Conselho;
    - Estratégia de TI e alinhamento de negócios usando COBIT 5;
    - A mudança da paisagem da cybersegurança;
    - Criando o valor do negócio por meio da governança das mídias sociais.
    Tichaona ZororoTichaona Zororo
    Presidente
    ISACA – Capítulo África do Sul
  • 15:30 - 16:00Coffee break
  • 16:00 - 17:00DESAFIOS E BOAS PRÁTICAS DE GOVERNANÇA DA SEGURANÇA Confidencialidade, integridade, disponibilidade e confiabilidade da informação: como estruturas de governança podem orientar a gestão de dados de grandes companhias para maximizar valor ao negócio?

    - Entrega de valor: best practices para modelar estratégias de segurança com base nos objetivos de negócio e suportar tomadas de decisão estratégica com base na informação;
    - Segurança da informação e Cybersecurity na Alta Direção: risco ou oportunidade?
    - Governança de Dados e Data Privace: segurança e proteção contra disputas jurídicas e regulatórias;
    - Riscos estratégicos: como administrar riscos com mais eficiência para aumentar as receitas resultantes de oportunidades.
    André Luis AntunesAndré Luis Antunes
    Coordenador de Segurança da Informação
    CISA TRADING
    Joao Galdino Mello de SouzaJoao Galdino Mello de Souza
    Gerente de Segurança da Informação e Governança de TI
    SARAIVA
    Neife Urbano de AraujoNeife Urbano de Araujo
    CSO Chief Security Officer
    LATAM AIRLINES
    Renato Borba SantosRenato Borba Santos
    Responsável de Governança em TI
    AVIANCA
    Andre PitkowskiAndre Pitkowski
    Vice-Presidente Internacional
    ISACA
  • 17:00 - 17:00ENCERRAMENTO